O que fazer no meio das dificuldades | Devocional sobre superação

*Por Diogo Henrique Imagine que estejamos passando por uma situação muito ruim onde homens perversos roubem, por sete anos consecutivos, tudo o que conquistamos - até mesmo ...

leia mais

O que fazer depois que a festa acaba | Como ter bom ânimo

Ao contrário de muita gente que é mais privilegiada do que imagina, não cresci na igreja. Embora eu tenha tido a oportunidade de seguir nos caminhos ...

leia mais

Pregação sobre esperar em Deus

Esperei com paciência no SENHOR, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor. Salmos 40:1 Recentemente, durante a leitura do livro "Ego no altar" de Craig ...

leia mais

Esperar o tempo de Deus

Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim ...

leia mais

Aprenda a buscar e priorizar o reino de Deus

"Dar-lhe-ás as primícias do teu grão, do teu mosto e do teu azeite, e as primícias da tosquia das tuas ovelhas." Deuteronômio 18:4 Às vezes você tem ...

leia mais

O que fazer no meio das dificuldades | Devocional sobre superação

*Por Diogo Henrique

Imagine que estejamos passando por uma situação muito ruim onde homens perversos roubem, por sete anos consecutivos, tudo o que conquistamos – até mesmo a comida. Como você se sentiria? Esta era a situação do povo de Israel na época de Gideão (Jz 6:1-4). Neste devocional sobre superação vamos aprender com esse personagem bíblico importantes lições sobre o que fazer no meio das dificuldades.

Talvez você que está lendo este devocional se identifique com esse povo, pois as coisas não estão bem. Diante disso, quero propor estudarmos o texto em Juízes 6 e 7 e destacar algumas lições de como agir em meio a circunstâncias difíceis.

Lição 1: precisamos crer no poder da oração

Esta foi a atitude do povo. O trecho nos mostra que demoraram um pouco para lembrar de Deus – somente quando estavam em extrema pobreza. Mas, mesmo tarde e sem forças, sabiam que poderiam contar com Deus. Pensando em nossos dias, talvez como aquele povo temos deixado a oração como último recurso. Lembre-se que Deus sempre está disposto a ouvir a oração do aflito.

Lição 2: precisamos ver as situações sob a perspectiva divina

Na leitura, percebemos um Gideão limitado, humano, com medo e cheio de desculpas. Entretanto, Deus o via como um homem valente (Jz 6:12). Aplicando esta lição para nós, quem é que estamos escutando quando as dificuldades vem: nós mesmos, o mundo ou o próprio Deus, que nos garante que nunca permitirá passarmos por alguma tentação que não possamos suportar (I Co 10:13)?

Lição 3: precisamos confiar nos métodos de Deus

Gideão entendia que poderia vencer a batalha com seus 32 mil. Deus, porém, mostra que não iria ser pela sua força, mas da forma divina. A história nos conta que a batalha foi vencida com 300 homens que tinham uma trombeta e um jarro de água nas mãos. Métodos nada convencionais para vencer uma batalha. E se pararmos para pensar, é assim que Deus age. O Senhor nos revela em Sua palavra a Sua vontade, o método pelo qual precisamos confiar, obedecer, esperar.

O ansioso que não sabe esperar perde tempo

Creio que a grande lição que Gideão nos apresenta é a necessidade de confiarmos mais em Deus e no Seu poder. 

Que Deus nos fortaleça e que vivamos animados, dependendo dEle.


*Diogo Henrique é pastor da Igreja Batista Esperança. Conteúdo originalmente publicado no boletim da IBE com reprodução autorizada pelo autor.

Share