Não seja precipitada ao falar

Sem dizer nada, o homem a observava atentamente para saber se o Senhor tinha ou não coroado de êxito a sua missão. – Gênesis 24:21

Como é bom sonhar. Fazemos planos, esperamos no Senhor pela realização deles, mas ao primeiro sinal de que a jornada poderá ser exitosa, nos precipitamos no falar. E aí, quando as coisas não terminam exatamente como as anunciamos, nos constrangemos e por vezes até nos incomodamos ao ter que prestar contas àqueles que oraram por nós.

Inúmeras vezes ouvi fora do contexto cristão que não se deve compartilhar sobre seus planos, pois isto reduziria as possibilidades de que eles se tornassem realidade. Embora essa afirmação não tenha base bíblica, sabemos que é sábio o falar cautelosamente (Provérbios 17:28).

Lá em Gênesis 24 lemos o registro da jornada do servo de Abraão em busca de uma esposa para seu filho Isaque. Eliezer sabia que uma grande responsabilidade havia sido confiada a ele, e que cautela seria essencial para perceber a resposta do Senhor sobre sua oração (vs 12-13). Essa cautela fica evidente ao longo de todo processo de confirmação que foi sendo revelado por Deus (v.15-27), pelo pai e pelo irmão de Rebeca (v.50) e ainda pela própria Rebeca (v.58). 

É muito gostoso quando coisas boas parecem estar prestes a acontecer na nossa vida. Quando isso acontecer, siga o exemplo de Eliezer. Fale com Deus em secreto e espere cautelosamente que a resposta seja revelada. Se desejar, conte com um ou dois amigos sábios que possam te aconselhar biblicamente, não muito mais que isto. Infelizmente nosso coração é enganoso, e nossa visão egoísta, voltada para a realização de nossos desejos, nos faz ver as coisas de maneira muito limitada. Quando essa realidade se soma à precipitação no falar, o risco de nos envergonharmos é grande.

O Senhor faz muito além do que a gente pode pedir ou pensar (Efésios 3:20) então, espere as coisas acontecerem para pode anunciar os maravilhosos feitos de Deus na sua vida.

Share

One comment

Deixe uma resposta