O que nos afasta de Deus | Devocional

devocional_nov2016

“Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós outros.” Tiago 4:8

*Por Diogo Henrique

Você já se afastou de alguém que verdadeiramente amava? São vários os motivos que podem ocasionar tal coisa. Isto também pode ocorrer na área espiritual. Por diversas vezes, conforme vai passando o tempo, acabamos nos afastando de Deus. A Bíblia, que é o nosso manual de vida, nos dá algumas indicações de situações que nos afastam de Deus e quero somente destacar três para a nossa reflexão:

A nossa desobediência – Isaías 59:1-2 nos ensina que os nossos pecados fazem separação entre nós e Deus. Quantas vezes sabemos que é errado, mas acabamos decidindo ir pelos nossos próprios caminhos, tentando ignorar o Espírito de Deus que está em nós! Sabemos que isto não funciona! O que verdadeiramente funciona é a orientação de I João 1:9: devemos confessar os nossos pecados e assim teremos um relacionamento restaurado com Ele. Então, ao invés de lutar contra Deus, lute contra o pecado, se arrependam e acertem com Deus.

Os desejos da carne – Em Gênesis 4:7, Deus quando confronta Caim quanto ao seu pecado, Ele estava na realidade dizendo: Não vá pelos seus próprios desejos, seja forte e domine o seu desejo! Em II Pedro 1:3 aprendemos que Deus já nos deixou tudo o que é necessário para vivermos de forma piedosa. Temos todos os recursos necessários para vencermos os desejos carnais. Não deixemos que um “pouco” de desejo comece afastando-nos e daqui a pouco “um pouco mais”, ao ponto de estarmos tão longe que não consigamos mais ouvir a voz de Deus.

Os nossos medos – Uma das definições de medo é a falta de confiança em Deus. Por diversas vezes acabamos tentando resolver os problemas das nossas vidas de qualquer forma, menos da forma como Deus nos orienta. Existem tantas promessas na Bíblia que nos garantem a presença e o cuidado dEle. Em I Pedro 5:7 aprendemos que podemos lançar sobre Ele toda a nossa ansiedade, medos, porque Ele tem cuidado de nós. Não permitamos que o medo nos paralise e nos leve a tomar decisões contrárias ao que está nas Escrituras. Ao invés de nos afastarmos de Deus, aproximemos e deixemos que Ele nos ajude!

Não poderia deixar de destacar que apesar de sermos falhos e por diversas vezes decidirmos nos afastar dEle, não existe nada que poderá impedir que o amor de Deus seja conosco (Rm. 8:35-37). Ele sempre nos ama e como o pai do filho pródigo, está de braços abertos para que possamos voltar à comunhão. Que Deus nos ajude e que o Seu Santo Espírito nos fortaleça para sempre vivermos perto dEle.


*Diogo Henrique é pastor da Juventude da Igreja Batista Esperança

Originalmente publicado no boletim da IBE em junho de 2016. Reprodução autorizada pelo autor.

Share

Deixe uma resposta