Um devocional sobre resiliência e paciência na tribulação

“Seja paciente na tribulação, alegrai-vos na esperança, e perseverai na oração” Romanos 12:12

*Por Simone Menegatti

A resiliência se mistura com a fé na medida em que colocamos em prática o que o Senhor nos recomenda em Romanos 12:12. Nesse versículo o Senhor nos apresenta três recomendações: termos esperança, termos paciência, e perseverarmos em oração.

Ter alegria na esperança

No momento em que tudo parece desmoronar, estamos prostrados e cansados parece difícil dizer isso. No entanto, a esperança é uma das ” molas” que nos impulsiona a seguir em frente. Funciona como “âncora da alma”.

“A qual temos como âncora da alma, segura e firme, e que penetra até ao interior do véu,” Hebreus 6:19

Essa Esperança é real, pois é baseada nas promessas do Senhor. Ele nos diz:

“Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.” Mateus 28:20

Por isso faz sentido nos alegrarmos na esperança pois, independentemente das circunstâncias, essa alegria se torna especial! Em Habacuque 3:17-18 lemos:

“Porque ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; ainda que decepcione o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja gado;
Todavia eu me alegrarei no Senhor; exultarei no Deus da minha salvação.”

Pacientes na tribulação

É termos a certeza de que mesmo em meio à tribulação o Senhor fará com que tudo seja revertido para o nosso bem (Romanos 8:28). 
Ele é soberano, e todas as coisas estão sob seu absoluto controle. E é em meio a essas situações, permissivas, que o Senhor molda nosso caráter.

Ele tem propósito em todas as circunstâncias que nos advém. Que ao olhar pros nossos “gigantes” venhamos a ter a compreensão de que Deus possibilita tais situações em nossas vidas para nos tornar mais fortes, mais experientes e mais convictos de que dependemos dEle, e que sem Ele nada podemos fazer. 

Perseverar em oração

É através da oração que estabelecemos comunhão com o Senhor – e isso faz toda diferença! Quando somos norteados pela comunhão seguimos vitoriosos e fortalecidos. É através dela que desenvolvemos a fé, por meio de oração e leitura bíblica. A Palavra é viva e eficaz e nos traz vida e esperança (Hebreus 4:12).

Em João 16:33 lemos: 

“Eu disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo”.

Ele venceu para que pudéssemos participar de Sua glória. Para que através do Seu sacrifício na cruz, tivéssemos acesso à vida eterna. Ele nos reconciliou, e todos que o reconhecem como Salvador terão o privilégio de viver de maneira alegre e confiante, tendo paciência na tribulação e perseverança na oração.

Que através dessa verdade, possamos nos sentir motivados e se porventura cairmos ou nos sentirmos fracos, venhamos a ter a chance de nos levantarmos e recomeçar, tendo uma fé constante. 

Que o Senhor nos ajude nessa jornada e que mesmo em meio a situações adversas possamos olhar para cima, de onde vem nosso socorro, para o autor e consumador da nossa fé. Sejamos resilientes, sempre!


*Simone Menegatti é Contadora, nascida em lar cristão, e salva por Jesus Cristo há mais de 30 anos. Sempre que pode, separa um tempo para compartilhar suas devocionais, com objetivo de edificação mútua.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe. Gostou ainda mais e deseja reproduzir em seu site ou preparar um estudo partir do que acabou de ler? Respeite os direitos autorais citando a fonte e o endereço desta página.

Share

One comment

Deixe uma resposta